quarta-feira, novembro 28, 2012

Apenas uma opinião.

Por que projetos de prevenção as drogas não têm funcionado?
As drogas não chegam em jaquetas de couro motorizadas munidas de frases como "é maior barato", "fuma aí bicho", "pega nada" ou outras cenas oitentistas como ainda pensam os cabeças de tais projetos. Elas surgem, junto com escolhas. Escolhas essas que derivam de influências muito mais indiretas e menos superficiais do que se pensa... São problemas familiares típicos da geração XXI, anseios absurdos - que por sua vez surgem das incontáveis influências sensacionalistas -, liberdade mal direcionada, falha administração - seja familiar, escolar ou estatal -, e outros tantos fatores não vistos.
Fato é que os jovens estão a anos luz de seus orientadores.
Fomos engolidos por um mundo mais cruel e claro, no entanto, tal acontecimento parece não ter feito alarde aos olhos dos chamados mestres que ainda tratam a questão como deveriam ter tratado nos anos 80, quando as cenas primeiramente citas poderiam ser corretas.
Atualmente, sabemos a teoria, causas, efeitos e consequências, no entanto "na prática, a teoria é outra".
Não trata-se da falta de informação, mas excesso de informação falha.

Apenas programas sinceros, feitos após um estudo real e não-tendencioso seriam verdadeiramente funcionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário